A arte de descobrir seu caminho

Um jovem atravessou o Japão em busca da escola de um famoso praticante de artes marciais. Chegando ao dojô, foi recebido em audiência pelo Sensei.

– O que quer de mim? – perguntou-lhe o mestre.

– Quero ser seu aluno e tornar-me o melhor karateca do país – respondeu o rapaz.

– Quanto tempo preciso estudar?

– Dez anos, pelo menos. – respondeu o mestre.

– Dez anos é muito tempo – tornou o rapaz. – E se eu praticasse com o dobro de intensidade dos outros alunos?

– Vinte anos – disse o mestre. – Vinte anos! E se eu praticar noite e dia, dedicando todo o meu esforço?

– Trinta anos – foi a resposta do mestre.

– Mas eu lhe digo que vou dedicar-me em dobro e o senhor me responde que o tempo será maior? – espantou-se o jovem.

– A resposta é simples, disse o mestre:
“- Quando um olho está fixo onde se quer chegar, só resta o outro para encontrar o caminho.”


Autor: desconhecido 


Compartilhe essa metáfora:
© 2008 Instituto Vencer de Desenvolvimento Humano.
Todos os Direitos Reservados
Av. Mal. Floriano Peixoto 16, cj. 208 - Gonzaga - Santos/SP - (13) 3219-7766